top of page

Rasec lança marchinha saudando os antigos carnavais


Rasec para “Jeitinho de Carnaval” - Foto: Kleber José Jr

Inspirado nas bandas de fanfarra que ouvia na sua infância em Cametá, cidade do nordeste paraense, o jovem cantor e compositor Rasec escreveu “Jeitinho de Carnaval”, uma marchinha tristonha sobre um amor que chegou ao fim e deixa saudade, assim como a folia do momo na quarta de cinzas. A música chegou às plataformas de streaming de áudio e vídeo hoje, 15 de fevereiro, junto de um videoclipe que inaugura a retomada do carnaval no pós-pandemia.

Em “Jeitinho de Carnaval”, Rasec provoca uma mistura de sentimentos que toca diferentes gerações. O samba em marcha aguça o saudosismo dos bailes mascarados. Já a guitarra traz na melodia o calor dos blocos de rua. Enquanto que a letra narra o fim de um relacionamento, interrompido pela energia libidinosa e não-monogâmica dos atuais carnavais, deixando um coração sensível às amarguras.

Esse é o pano de fundo para a história registrada no videoclipe da música, provocando dualidades como começo e fim, felicidade e tristeza, no contexto do carnaval.


“O clipe traz a folia e felicidade estampada na cara, mas também ilustra uma quarta-feira de cinzas, uma ‘bad’, a melancolia nos momentos de vida, de término, do viver e seguir adiante. “Com o clipe, busquei experimentar, trazer esse sentimento de frente para a câmera, interagindo mesmo e mostrando esses dois lados que, a priori, retratam esse caso específico, mas que facilmente serviriam para diferentes contextos das nossas vidas”, comenta Rasec, que é protagonista no vídeo.

Nascido em Cametá, Rasec também experimentou as águas do Rio Tocantins em Tucuruí antes de chegar a Belém e deixar sua veia artística fluir sem represas. De 2019 até hoje, participou de diversas bandas como multi instrumentista e compositor, e apostou na carreira solo para experimentar ainda mais seus talentos.


“Tudo o que acontece em Cametá eu acho de uma originalidade fantástica. Nos cortejos de rua era muito comum essas bandas de fanfarra tocando marchinhas no período de folia. Isso de alguma forma ficou na minha cabeça. Eu fico muito feliz de ser de lá e da cidade vir comigo, mesmo que inconscientemente. Ir pra Belém foi uma mudança super positiva. Foi necessário sair e encarar sozinho o que é ser artista. Mas também tem muita gente boa que a gente vai encontrando no nosso caminho”, comenta o artista.

A letra e melodia de “Jeitinho de Carnaval” tem assinatura de Rasec e foi gravada por Marcel Barreto, na Budokaos Records, onde também foi mixada e masterizada. A música ainda tem contribuições dos músicos Marcelo Athayde, no baixo, Anthony Epifânio, na guitarra e João Pedro na bateria. O videoclipe foi dirigido por Adriel Medeiros e Sirius, com apoio de Humberto Carvalho, Kleber José Júnior e Eveline Mendes. SERVIÇO Rasec lança “Jeitinho de Carnaval Quarta, 15 de fevereiro https://onerpm.link/151093556387 JEITINHO DE CARNAVAL

Composição: Rasec

Diz pra mim que não tens culpa

Desse meu ladinho sensível

Daquela vez tu me encarou na festa

Como se não houvesse festa

Apenas uma droga, no caso você


Refrão:


Então vens com esse teu jeitinho de carnaval, contente e me pega de jeito

Então vens com esse teu sorriso de vendaval

Concerta e desconcerta o mundo, o meu mundo


Diz pra mim, das aventuras, que sentiste do meu libido

Daquela vez tu me encarou na festa mesmo que não houvesse festa

Apenas uma droga, no caso você


Refrão:


Então vens com esse teu jeitinho de carnaval, contente e me pega de jeito

Então vens com esse teu sorriso de vendaval

Concerta e desconcerta o mundo, o meu mundo




Fonte: Gustavo Aguiar / Assessoria


22 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page