top of page

Prêmio Amazônia de Música prorroga prazo para indicações


curador Marcus Preto

Iniciativa, que tem o patrocínio da Equatorial Pará, busca valorizar e incentivar os artistas locais em 31 categorias. O curador Marcus Preto diz que a premiação gera novas conexões à música do Pará. O Prêmio Amazônia de Música – Edição Pará prorrogou o período de indicações de obras musicais à curadoria, até o dia 14 de abril. Qualquer pessoa que conheça trabalhos lançados na plataforma digital em 2021 e 2022 pode fazer indicações, inclusive artistas e produtores. O regulamento está disponível no site www.premioamazoniademusica.com.br, assim como o formulário de cadastro para enviar anexos e links de acesso aos curadores. A realização do PAM é da Oriente Multiproduções, com patrocínio da Equatorial Pará, via Lei Semear, do Governo do Estado. Nesta primeira edição, o projeto traz como foco a produção musical paraense, que é rica e diversa. A premiação pretende impulsionar carreiras, fortalecer a cadeia produtiva da música na região e gerar uma conexão maior entre os artistas paraenses e o mercado nacional. A idealização é do compositor e multi-instrumentista, Arthur Espíndola, da Oriente Multiproduções, que além do PAM também desenvolve outros projetos na área musical. Para a curadoria foram convidados profissionais do mercado da música paraense e nacional, tendo à frente o produtor musical paulista Marcus Preto, que é jornalista, curador, produtor musical e diretor de arte. Para ele, esta é uma iniciativa fundamental para fomentar essa cena musical e trazer visibilidade ao que se produz na Amazônia. “Fui convidado pelo Arthur para compor a curadoria junto a vários outros profissionais da música paraense. Em princípio questionei se era de bom tom, eu, paulista, estar nesta curadoria e a coordenação do prêmio me disse que era exatamente isso que se queria. Enquanto os demais curadores vão olhar a cena de dentro para fora, eu vou olhar de fora pra dentro. E aí eu topei na hora”, diz Marcus Preto. Atuante na produção e direção artísticas de trabalhos musicais, desde 2013, Marcus Preto já trabalhou com artistas como Tom Zé, Gal Costa, Erasmo Carlos, Márcia Castro e Paulo Miklos, entre outros. “A ideia de gerar um prêmio é importante, pois vai conectar todos esses artistas com outros prêmios, outras regiões e realidades diferentes, e também vai criar oportunidades aos artistas que forem premiados, pois é exatamente assim que acontece. Artistas premiados sempre acabam tendo visibilidade em outros lugares e frequências”, comenta. O curador também informa que o modelo de curadoria do PAM é extremamente democrático. “É um modelo bem amplo, com diversas categorias, estilos e gêneros musicais a serem analisados. Além disso teremos do lado de cá, cabeças de vários segmentos, estilos e gostos musicais. Será tudo muito democrático e relevante para que possamos pensar sobretudo na música, já que é ela que nos move”. Após o período de indicações, a curadoria continuará o trabalho e se reunirá para eleger os premiados, enquanto o público também vai eleger o Artista Revelação, a partir de votação no site do PAM. “A ideia é reconhecer artistas e dar visibilidade aos produtos musicais criados e lançados por eles nas plataformas digitais da música", comenta o músico Arthur Espíndola, que além de idealizador e produtor do prêmio é também uma referência do samba na região. Para Michelle Miranda, analista de Sustentabilidade da Equatorial Pará, o prêmio, para além do reconhecimento do artista, será importante para difundir a arte e a cultura local.

“O Pará ganha destaque no cenário nacional em diversos aspectos. Outras regiões querem cada vez mais conhecer o que produzimos e fazemos aqui em relação à arte. Então, a premiação vem com esse papel de destacar o que temos de melhor aqui, para que essas pessoas consigam alcançar um público ainda maior. E a Equatorial, que é maior patrocinadora da cultura no estado, acredita na valorização e democratização do projeto”, finaliza Michelle

Serviço Prêmio Amazônia de Música – Edição Pará. Indicações abertas até dia 14 de abril, pelo site www.premioamazoniademusica.com.br

--

2 visualizações0 comentário

Комментарии


bottom of page