top of page

Flim lança 3ª edição com homenagens e conexão entre literatura e turismo



A Festa Literária de Mosqueiro, a FLIM, lança sua 3ª edição no próximo dia 30 de abril e já está com as inscrições abertas a escritores que desejam ter seus livros expostos, entre os dias 28 de maio e 1º de junho, na Praça da Vila. A organização é do Coletivo Escritores da Praia em parceria com o Instituto Federal do Pará, o IFPA.


Inspirada na Festa Literária de Paraty, a FLIM se propõe a ser uma vitrine para as riquezas naturais e culturais da ilha do Mosqueiro, reunindo uma programação diversificada que inclui literatura, música, dança, teatro, artesanato e discussões sobre turismo e sustentabilidade.

O lançamento oficial do projeto será realizado no dia 30 de abril, véspera do feriado, em Mosqueiro, na Vila Formosa, hospedaria e espaço cultural que tem sido a sede das reuniões preparativas para o evento.


Nesta edição, a festa também está democratizando o acesso de escritores e os convida a participar das tendas literárias, onde poderão lançar e expor à venda suas obras. As inscrições para submissão estarão abertas até dia 10 de maio e poderão ser feitas via formulário, cujo link estará disponível no perfil do Instagram: @festaliterariademosqueiro. Aproveite para seguir o perfil, que vai ter muita novidade.


O evento busca valorizar a produção cultural e literária local, incentivar a leitura na rede de ensino público da ilha e trazer o intercâmbio entre os escritores que participam. Para esta edição, além dos Escritores da Praia, já estão confirmadas as participações de Juracy Sequeira, Daniel Leite, Edgar e Edyr Proença, e do poeta João de Jesus Paes Loureiro.


Homenageado

Este ano, a FLIM vai homenagear o escritor Graciliano Ramos Milhomem, que vive na Ilha desde a década de 1970. Nascido em 1950 na cidade de Riachão, Maranhão, naturalizou-se paraense, ao crescer na cidade de Marabá e, posteriormente, se mudar para Belém. Sua jornada é marcada por uma versatilidade impressionante: de pedreiro a vendedor de livros e cobrador de ônibus a escultor, compositor e escritor.


Como cantor, imortalizou o ritmo autêntico do forró pé-de-serra em vários CDs, todos compostos por músicas de sua autoria, celebrando as raízes e ritmos brasileiros. Na ilha, Graciliano também fundou associações, emergindo como uma voz significativa em sua comunidade, dedicando-se ao enriquecimento cultural de sua terra adotiva.


Escritores da Praia

Graciliano integra o coletivo Escritores da Praia formado também por Alcir Rodrigues, Arnaldo Cabeleira, Claudionor Wanzeller, Jorge Moraes, Lairson Costa, Lindalva Sousa, Nonato Rodrigues, Paulo Uchoa, Roberto Santos, Ronaldo Andrade e Sandro Arlan.


Alguns destaques da Programação

Este ano, a programação da FLIM dará destaque especial ao tema do turismo, desenvolvimento e sustentabilidade, refletindo sobre os impactos da pandemia de Covid-19 e explorando caminhos para a recuperação econômica.


Entre os eventos programados estão rodas de conversa sobre o protagonismo feminino na cultura paraense, leituras dramatizadas, e discussões sobre os desafios para um turismo sustentável em Mosqueiro.


“A Festa Literária não só busca valorizar a produção cultural e literária de Mosqueiro e região, mas também reforça a posição do distrito como destino turístico valioso. Serão dias de imersão cultural na bucólica Ilha de Mosqueiro, para celebrar a literatura e as artes em meio à natureza”, complementa o professor Lairson Costa, do IFPA e coordenador da FLIM.

Mais informações sobre inscrições e programação, no Instagram @festaliterariademosqueiro



Fonte: Luciana Medeiros


2 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page