DNA Poesia: Sua Figura na Minha Linguagem

Atualizado: 2 de ago.


Poetisa Adriana Camarão (Foto: Felipe Thuan)

Adriana Camarão (Diretora ASC Produções | DNA Cultural) escreve poemas desde os 12 anos de idade. Em 2014, recebeu prêmio e menção honrosa na Academia Paraense de Letras e atualmente é membro da Academia Internacional de Literatura Brasileira.

No primeiro semestre de 2021 foi contemplada pela Editora Nacional Vivara com sua poesia "Sua figura na minha linguagem" para integrar a Antologia "Poesia Livre". Confira com exclusividade o poema publicado:


Sua Figura Na Minha Linguagem

Por: Adriana Camarão


Comparei teu corpo a um objeto de desejo, fiz metáfora de cada parte de você Substituí frágeis pensamentos por metonímias casuais, Fiz contraste de tua antítese e aproximei-me de seus paradoxos.

Tornei o eufemismo em algo comum para que a excitação de beijos personificados

ocultassem um termo facilmente identificável.

Exagerei em expressões, ironizei tua história, evoquei teu nome como uma apóstrofe

e fiz poemas de seus pleonasmos.

Consisti na repetição de um momento tão lúcido, único.

E então minha voz se calaria?

Não. Simplesmente deixo aqui o silêncio reproduzir sons.

Um som distinto de figuras de palavras ou sintaxes.

Deixo sua figura fazer parte da minha linguagem.

28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo