top of page

Carla Casarim, ex-The Voice Brasil, canta um amor à primeira vista com Edson Penha


Edson Penha (por Aline Gijon) e Carla Casarim (por Elisa Andery)

Carla Casarim, ex-participante do The Voice Brasil, é a companheira vocal do cantor e compositor paulistano Edson Penha em seu novo single, “Cambaleado”. Juntos e ao lado de um quarteto rico de instrumentistas eles convidam os casais a viverem ao som do xote a grande magia da paixão, e especial àquela do “amor à primeira vista”. A composição assinada por Edson e Peter Mesquita data de 2011, e neste 2024 aceitou seu destino para ser entregue às plataformas digitais.



“Cambaleado” é quase místico, certo de que a magia de um amor à primeira vista tem poderes que quem o sente não é capaz de compreendê-lo, apenas senti-lo e ser guiado por ele. É essa inquietação gostosa, confusa e mágica ao mesmo tempo, que permeia a música. “É uma canção romântica, a letra retrata a paixão somente pelo olhar dela, uma paixão à primeira vista. Ele não sabe como ele se apaixona daquele jeito, ele não entende este mistério.”, disse Edson.


“Meu objetivo com essa música é apresentar a diversidade das minhas composições. Sou um artista eclético, transitando entre gêneros que vão desde o rock até a música infantil, passando pela MPB e agora esse xote. A ideia de convidar a Carla surgiu naturalmente, pois ela é vocalista no grupo Bicho de Pé, onde realiza um trabalho incrível dentro desse gênero. Quando compus esta música, senti que ela se encaixaria perfeitamente com a sua voz.", descreveu Edson.

Edson Penha é um dos fundadores do grupo Nhambuzim, cujos álbuns ultrapassam 1 milhão de streams nas plataformas digitais. Como artista solo, lançou em 2018 o álbum “Nem Tudo que se Vê é Norma” e o single “Astronauta”, em colaboração com Tiê Alves, em 2022. Foi reconhecido em diversos jornais da grande imprensa como Revista Veja e Estado de S. Paulo, assim como em festivais pelo Brasil. Também é professor e escritor, com um livro e uma antologia lançados.


“Cambaleado” é a sequência desta trajetória e o primeiro lançamento de Edson Penha em 2024, um lembrete da necessidade do artista em manter-se ativo. “Faço o possível para não deixar minhas composições na gaveta. A gente compõe para mostrar pro mundo, pra emocionar e divertir o público. Este lançamento é mais uma demonstração disso. Gosto de lançar e apresentar minhas músicas todos os anos”.


“Cambaleado” está disponível em plataformas de streaming como Spotify, Youtube e Deezer.


Sobre Edson Penha

Compositor, professor, cantor e escritor, nascido no interior de São Paulo, Edson Penha apresenta um trabalho com grande versatilidade e qualidade poética musical, tendo sua obra premiada em diversos festivais pelo Brasil e gravadas por vários artistas do novo cenário da MPB.


Edson Penha é um dos fundadores do grupo Nhambuzim, que apresenta 2 trabalhos lançados: “Nhambuzim  Rosário: músicas inspiradas no sertão de Guimarães Rosa” e o CD- Livro “Bichos de Cá”, junto a editora Bamboozinho. Os álbuns contam com mais de 1 milhão de streams nas plataformas digitais, recebendo excelentes críticas em mídias como a Revista Veja, Jornal O Estado de São Paulo, Revista Cult, Folha de São Paulo, dentre outros. O grupo já realizou mais de 100 espetáculos em São Paulo, Minas Gerais e Paraná.


Como artista solo, lançou em 2018, o álbum autoral “Nem tudo que se vê é norma”, marcando e fortalecendo sua versatilidade como compositor e artista. No disco, explora o conceito do constante movimento e mutação da vida, trazendo influências de compositores como Chico Buarque, Caetano Veloso e Paulo César Pinheiro. No mesmo ano, foi convidado pela editora Desconcertos para lançar um livro com seus poemas, “Copo cheio de ar”, além de participar da coletânea “A Poesia Queima”, pela editora Patuá.


Em 2022, lançou o single “Astronauta” em parceria com Tiê Alves e atualmente grava os projetos “Bichos de Cá 2” e “Assombrio – Pequeno Bestiário de Assombrações Brasileiras”, com o grupo Nhambuzim.


Para 2024, o artista prepara o lançamento do single “Cambaleado”, parceria com Peter Mesquita, com a participação da cantora e compositora Carla Casarim.


Sobre Carla Casarim

Carla Casarim é muito mais do que uma cantora, compositora e educadora musical formada pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) - ela é uma figura proeminente e respeitada na cena da Música Popular Brasileira (MPB).


Com uma carreira sólida e multifacetada, Carla Casarim já compartilhou o palco com uma lista invejável de artistas consagrados, incluindo nomes como Carminho, Elba Ramalho, Fagner, Zeca Baleiro, Joyce Moreno, Eduardo Gudin e Carlinhos Brown, entre outros. Sua participação como semifinalista no programa The Voice Brasil (2014) e seu papel como vocalista da renomada banda de forró Bicho de Pé são apenas alguns destaques em seu impressionante currículo.


Carla Casarim é uma verdadeira embaixadora da música brasileira, levando sua arte para além das fronteiras nacionais. Com apresentações realizadas em países como França, Noruega, Bélgica, Alemanha, Suíça, Portugal, Itália e Estados Unidos, ela conquistou o coração de públicos ao redor do mundo. Além disso, sua presença em eventos de destaque no cenário nacional, como os circuitos SESC e SESI e as Viradas Cultural e Paulista, solidificaram ainda mais sua reputação como uma das vozes mais marcantes da música brasileira contemporânea.


A versatilidade de Carla Casarim é evidente em seus diversos projetos musicais. Em 2022, ela participou do álbum de samba "Pagode Black Tie - Nei Lopes, Guga Stroeter e projeto Coisa Fina", que recebeu uma indicação ao Grammy Latino. Seu primeiro álbum autoral de MPB, intitulado "Terra Mãe", lançado em 2020 com o apoio do edital do PROMIC (Londrina – PR), recebeu aclamação da crítica e foi premiado com um show de lançamento em formato live pelo edital PROAC (SP).


O álbum foi finalista do Festival da Canção de Mogi das Cruzes, com a música "Brasil Geral" recebendo o prêmio de melhor arranjo e se tornando semifinalista do Festival de Música da Rádio MEC, acumulando mais de 800 mil plays nas plataformas digitais.

Em 2023, Carla Casarim lançou o álbum autoral "Amor, Amor", que explorou as diferentes facetas do amor.



Capa do single "Cambaleado"

Letra

Ela olhou pra mim

Não disse quase nada

E sorriu com seus olhinhos

Doce risada

Ela me disse que era o gosto,

Gosto bom do seu viver

Um sabor que não se explica

E não ia esclarecer

 

Ele olhou pra mim

Não disse quase nada

E sorriu com seu jeitinho

Cheia de graça

Ele me disse que era o gosto

Gosto bom do meu querer

Um sabor que não se explica

E não ia me dizer

 

Então pensei

Bom estar com ela

Melhor não perguntar

Nada mal, cautela

 

Então gostei

Quero era tudo assim

Seu jeito é diferente

Pouco importará o fim

 

Fui logo me encontrando

E me perdendo sem saber

Quando vi estava tão dado

Já não tinha o que fazer

 

Meio assim, meio de lado

Num cambar cambaleado

Quando vi, estava “danado”

Era só seu bel-prazer

 

Menina diz

Que magia é essa

Só penso em ti

Nada me interessa

Contigo vou e volto

Posso até me complicar

“Tô” pagando pelo risco

Com você quero ficar

 

Menino diz

Que magia é essa

Só penso em ti

Nada me interessa

Contigo vou e volto

Posso até me complicar............

Com você quero ficar

 

Ficha técnica 

Composição: Edson Penha e Peter Mesquita

Edson Penha: voz

Carla Casarim: voz

Daniel Conti: Arranjos, violão, guitarra, mixagem e masterização :

Peter Mesquita: contrabaixo

Kabé Pinheiro: percussão

Gabriel Levy: acordeom




Fonte: Matheus Luzi


12 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page