top of page

Brasiliense Bárbara Silva apresenta seu primeiro álbum


Por Cadu Andrade

Desde 2020 quando estreou sua fonografia, a cantora e compositora de Nova MPB Bárbara Silva apresentou diversos singles, todos banhados por uma atmosfera musical e poética muito características da sua própria personalidade. Essas canções, como "Toda Pra Você", "Você Se Espelhou Em Mim", "Deixa Eu Entrar", entre outras, se juntaram a duas novas músicas, formando, assim, o álbum de estreia da artista, intitulado "Coisas Vazias Ficam Pra Trás".


O disco de 10 faixas tem as inéditas "Expectativa" e "Coisas Vazias Ficam Pra Trás", sendo esta última a principal canção do álbum. "Coisas Vazias Ficam Pra Trás", que é considerada a obra mais madura até o momento e encerra o projeto e inaugura uma nova fase de composição, representa muito bem parte do conceito do álbum, ao tratar da existência da vida e suas questões. Do outro lado, as faixas do álbum refletem sobre o amor e relacionamentos.


A contemplação da vida ainda aparece nas faixas "A Gente Bate Lá No Fundo", onde Bárbara reflete as relações humanas, e em "Por Favor", canção sobre saúde mental, acolhimento e relação social, tendo uma importante reflexão sobre o individual perante os conflitos coletivos. Já a temática romântica domina a maior parte do álbum, com destaque para "Toda Pra Você", "Deixa Eu Entrar" e "Que Bom Te Ter Aqui". Há ainda uma faixa fora da curva: "Mais um Trabalhador", com a qual Bárbara faz um protesto social, reforçando a luta e a força do trabalhador.


Bárbara Silva, que assinada quase que sozinha todas as composições, tem na Nova MPB a sua base musical, mas se mostra bastante eclética neste álbum. As faixas fazem um mix de MPB, pop rock, samba, música pop e outros elementos musicais. Esta sonoridade aberta e única de Bárbara também é palco de dois feats. em duas das faixas, "Deixa Eu entrar" (com Hugo Branquinho) e "Toda Pra Você" (com José Cândido).


O álbum, que tem produção assinada por José Cândido, Henrique Ferreira, Gregoree Junior, Aloizio Lows, Ugo Ludovico e Allan Massay, está disponível em todas as plataformas de streaming.

Sobre Bárbara Silva

Nove singles, um EP e um álbum integram a discografia desta artista nascida em Brasília-DF, e que iniciou sua carreira solo em 2020, aos 34 anos, com o EP “Desengavetando Quadros!”. Entre os 16 e 20 anos, teve a experiência de cantar em banda. Aos 20, focou-se no cuidado de sua família e nos estudos de Direito. Depois, entregou-se definitivamente à carreira musical.


Atualmente, é escutada mensalmente por mais de 130 mil fãs, como sugerem os números do Spotify, e no Youtube já ultrapassou a marca de 230 mil views. Entre seus lançamentos, três destaques midiáticos: “Lembrança Futura”, com mais de 1 milhão de plays, “Deixa Eu Entrar”, com quase mais de 900 mil views, e “Não Esconda”, com mais de 700 mil.


Bárbara, mãe de duas crianças e uma adolescente, também é servidora pública de um tribunal brasiliense, participou de entrevistas em veículos como Rádio Nacional e CBN Brasília e do Festival Afro Urbano, em Brasília.


Todos os lançamentos de Bárbara Silva estão disponíveis nas plataformas digitais, e algumas também em versão videoclipe no Youtube.

SIGA BÁRBARA SILVA



7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page